As lâmpadas deixaram de ser apenas itens de iluminação e tornaram-se também peças de decoração em qualquer ambiente. São muitos os tipos de lâmpadas disponíveis no mercado. Com diferentes voltagens, potências, classificações de consumo de energia e modelos, é importante entender um pouco mais sobre o produto para aproveitar ao máximo suas indicações.

Com isso em mente, mostraremos no post de hoje diferentes tipos de lâmpada e suas características, para te auxiliar na hora da compra e deixar sua casa um espaço ainda mais aconchegante e bonito. Acompanhe!

Incandescentes

Esse tipo está entre os mais populares e ainda se faz presente em muitas casas. Trata-se daquelas lâmpadas comuns de luz amarela e possuem uma vida média de aproximadamente 1000 horas. São ideais para ambientes em que se preza o relaxamento, como salas e quartos.

Muitos optam por esse modelo devido ao baixo custo, mas sua eficiência luminosa é inferior se comparada a outros tipos, isso porque boa parte da eletricidade consumida por essas lâmpadas é convertida em calor, enquanto apenas uma pequena parcela, em luz.

Lâmpadas de filamento

Também comercializadas sob o nome de lâmpadas de filamento de carbono, essas peças possuem um design fantástico. Normalmente incandescentes ou em LED, vemos uma luz de pequena intensidade que se origina de uma espécie de desenho no interior do bulbo.

O interessante é que muitas são dimerizáveis, ou seja, possibilitam que você regule a intensidade e brilho. Se sua intenção é criar um cantinho moderno, elas são as mais indicadas.

Fluorescentes

Esse tipo de lâmpada chega a ser 80% mais econômica que as incandescentes. Elas possuem uma vida útil de 5 a 25 mil horas ,e embora sejam populares pela luz branca ou fria ― indicadas para ambientes que exigem concentração, como escritórios e salas de estudo ―, já existem produtos com luz amarela.

Elas podem ser divididas em dois grupos básicos: as fluorescentes tubulares, muito usadas em garagens, cozinhas e ambientes industriais; e as compactas, que são uma versão em miniatura das anteriores, utilizadas em luminárias de mesa e abajures.

Halógenas

Apesar de funcionarem como as lâmpadas incandescentes, as halógenas são muito mais potentes. A diferença marcante aqui é que elas recuperam o calor liberado e reduzem a necessidade de energia elétrica para garantir uma boa iluminação.

Dentre os inúmeros tipos de lâmpadas, a halógena é uma das únicas que permitem diversos ângulos de abertura, assim você consegue destacar e valorizar pontos na decoração, como um quadro ou escultura, por exemplo.

Lâmpadas de LED

Esse modelo está entre os mais modernos e é bastante conhecido quando o assunto é redução de energia. Elas têm por volta de 50 mil horas de vida útil e podem gerar uma economia de até 90% quando comparadas aos outros tipos, sendo essa uma de suas principais vantagens.

Apesar de apresentarem preços mais altos, as lâmpadas de LED estão cada vez mais acessíveis e, acredite: o custo-benefício obtido vale todo o investimento! Disponíveis em diversos formatos e cores, são utilizadas para muitos fins, desde pequenos pontos luminosos sob prateleiras e sancas de gesso até mesmo em piscinas.

Esperamos que esse post seja esclarecedor e ajude você na hora da compra, afinal, saber sobre o assunto pode significar uma boa economia no fim do mês.

Agora que você já conhece os principais tipos de lâmpadas, que tal compartilhar com seus amigos nas redes sociais?